sexta-feira, 16 de abril de 2010

Agarra que é Policia!

Há umas décadas atrás era típico fazer-se as pequenas ofertas (entenda-se suborno) aos agentes da brigada de trânsito aquando das operações stop (eu pelo menos lembro-me de muitos casos contados).
Felizmente a formação policial sofreu alterações e como tal os agentes deixaram de ser subornaveis, pelo que a lei era fielmente aplicável e as multas pagas ao seu devido credor (que não o agente).
Mas o que é certo e que estes profissionais também tem familia, filhos a estudar, contas para pagar, e com os seus pobres ordenados, muitas das vezes têm custos com o fardamento e o combustivel das rondas de rotina (e como tal como qualquer um aceita ofertas pessoais pois claro).
Claro que nenhum agente queria ser fruto de investigação no local de trabalho e como tal, quando junto dos colegas não se deixaria nunca subornar. E com isto os traunseuntes deixaram sequer de tentar subornar os agentes policiais, não fosse a multa encarecer ainda mais e sofrer uma sansão extra por tentativa de suborno á autoridade. Pois é mas os pobres coitados dos agentes que têm familia e que até agradeciam uma oferta fora da época natalicia é que sofreram com a alteração dos costumes.

Mas não todos.

Agora são os agentes (sem generalizar aos agentes policiais, refiro-me apenas aos dois interveniente na situação) que "pedem"(exigem sob ameaças) os ditos subornos.

Aconteceu ontem na IC2.
Um veiculo da brigada de transito da zona interpelou um automobilista a caminho de casa, vindo do trabalho.
O carro tinha pelicula de vidro escura nos vidros traseiros (vidros fumados) postos na sexta-feira passada, estando em parte legal, pois embora não tivesse ainda inspeccionado, possuia o devido papel a ser entregue aquando da inspecção para que fosse anotado no livrete do carro.
È verdade que enquanto não estiver inscrito no livrete a coisa é ilegal, pois não é de origem do carro, não sei se o proprietário tem algum prazo para efectuar a inspecção do veiculo e tornar a coisa legal nem sei o valor de uma possivel multa associada nestes casos.
Mas o que é relevante neste caso especifico é que os agentes que abordaram o veiculo, informaram o condutor que se ofereceu prontamente para ir nesse mesmo momento fazer a inspecção do veiculo que tal não era possivel pois era necessária marcação prévia... FALSO.
Os centros de inspecções não fazem marcações e os veiculos são atendidos por ordem de chegada, pelo que teria sido possivel o condutor efectuar a inspecção nesse mesmo dia.

agente - Tem dinheiro consigo para pagar a multa?
condutor - Pois não sei, não tenho muito, diga-me lá qual é o valor da multa.
agente - Isso você é que sabe.
condutor - (!??! huuum tou a ver)

Está dada a dica para bom entendedor.

Mais palavra daqui e dali, passa para lá 100€ e está o jantar dos senhores agentes pago.
Talvez fosse o aniversário de um deles ou de um outro colega nesse dia e vai daí porque não tentar...

Agora não venham é pedir donativos no Natal!

Shame on you!!

2 comentários:

ESpeCiaLmente GaSPaS disse...

Eu dizia logo que era 5 euros :P

ESpeCiaLmente GaSPaS disse...

Espreita aqui: http://acuadoiro.blogspot.com/2010/04/o-meu-1-selinho-blogueiras-dedicadas.html

Jinho :)

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails