segunda-feira, 21 de dezembro de 2009

Começaram as mudanças!!

Mas que porcaria de altura esta para se arranjar uma mudança de casa, hem?!?
Cá me tento encontrar a mim mesma entre visitas surpresa de Natal, caixotes espalhados pela casa e falta de copos e pratos a que a época festiva e o “bem-receber” obrigam.
Mudar de casa pode ser um drama. Primeiro é preciso encontrar uma casa nova que realmente lhe convenha e preencha todos os seus requisitos. Quando se encontra a casa dos sonhos, segue-se todo um processo burocrático de levar à exaustão. Quando finalmente se consegue assinar o contracto e se marca a data da mudança, parece que todo o stress acabou...mas não, agora vem o derradeiro drama – A Mudança!
Vou partilhar algumas dicas que encontrei e que poderão ajudar a tornar a mudança menos stressante.

Antes da Mudança
Decida se vai fazer você próprio as mudanças, alugando ou pedindo emprestado um transporte para o efeito ou se vai optar por um serviço de uma transportadora especializada. Ambos têm as suas vantagens.
Se optar por uma transportadora,
  • verifique se eles transportam coisas frágeis, como louças,
  • confirme se a transportadora oferece seguro dos bens durante a prestação dos serviços,
  • evite que a transportadora carregue remédios, produtos inflamáveis e alimentos perecíveis. Na impossibilidade, deixe-os bem vedados,
  • não deixe que a transportadora carregue jóias e documentos.

Assim que tiver uma data marcada para a mudança, comece os preparativos e organize a agenda.

Avise o condominio e os visinhos mais próximos, tanto de origem como de destino, da data pretendida para a sua mudança e reserve espaço para estacionar o camião. Comece a reunir o material necessário para empacotar: caixas, sacos de plástico, fita adesiva grossa para fechar as caixas, marcadores e etiquetas para as identificar, jornais velhos e plásticos para embrulhar os objectos mais frágeis.
Pelo menos uma semana antes

  • comece a alterar a morada de todos os seus documentos e em todas as entidades oficiais – finanças, bancos, seguros, centro de saúde, carta de condução, bilhete de identidade, segurança social....
  • ligue para as companhias das telecomunicações – telefone, internet, televisão por cabo – luz e gás e peça a transferência dos serviços,
  • se optou por ser você mesmo a fazer a mudança, contacte quem lhe empreste um transporte para o efeito, se optou por contractar uma empresa de mudanças, ligue a confirmar a data e hora, aproveitando para acertar qualquer detalhe,
  • contacte os seus amigos e parentes a pedir ajuda, dando-lhes indicações do dia e hora da mudança e claro, prometendo-lhes um almoço posterior,

A (des)Arrumação
Separe o que você não utiliza mais, que pode ser doado e não será levado na mudança. Coloque de lado tudo aquilo que irá precisar até ao ultimo momento ou não convém empacotar – roupa, lençois, toalhas, alimentação, comida dos animais, plantas, medicamentos, produtos de higiene pessoal, produtos de limpeza, documentos importantes, joias...
Comece a empacotar.

  • empacote primeiro os pertences que não utilizará até o dia da mudança,
  • guarde as peças soltas como parafusos e porcas num saco de plastico transparente onde deve colocar um papel que identifique a peça de mobilia à qual pertencem,
  • à medida que for empacotando vá esvaziando divisões, procure juntar todas as caixas e mobilia a transportar numa unica divisão, próxima da porta de entrada,
  • guarde objetos de uma mesma divisão na mesma caixa, não misture utensílios de cozinha com a louça que vai para a sala de jantar, isso poupa muito tempo na hora de desempacotar e guardar no lugar certo,
  • comece pelas coisas grandes, como edredons, toalhas, lençóis, agrupe as coisas semelhantes,
  • antes de enrolar tapetes e cortinados em sacos de plástico grandes (os do lixo, por exemplo) aproveite para os lavar ou mandar limpar a seco, quando chegarem à casa nova é só colocar no sitio,
  • ao encher a caixa, feche com a fita adesiva e escreva do lado de fora, pelo menos de dois lados, o que está na caixa e de que parte da sua casa é, escreva FRÁGIL ou PESADO consoante a situação, assim quem quer que o ajude na mudança vai saber onde colocar os produtos,
  • coisas quebráveis, como perfumes, copos e louças, devem ser embrulhadas em plástico bolha ou em jornais para protecção, escreva FRÁGIL em letras grandes do lado de fora das caixas e peça para colocá-las por último no camião de mudança,
  • vá limpando e fechando todas as divisões vazias,
  • no dia anterior à mudança desligue os electrodomesticos e limpe-os para o trasnporte, recorrendo aos respectivos manuais de instruções em caso de dúvidas, empacotem os ultimos pertences, deixando apenas o pijama, a roupa para o dia seguinte e os produtos de higiene pessoal.

A Mudança
Antes de começar a mudança, leve as crianças para a casa dos avós ou amigos. A agitação seria grande, sem falar no risco de acidentes. A melhor opção é deixá-los num lugar tranquilo e seguro até que tudo esteja pronto.

  • quando o camião da transportadora chegar, esteja com tudo empacotado e pronto para partir,
  • os aparelhos da cozinha, como frigorifico e microondas devem ser os primeiros a serem colocados no camião de mudanças e os últimos a serem descarregados,
  • se optou por alugar uma carrinha, coloque primeiro os móveis para depois ir encaixando as caixas nos espaços vazios,
  • leve primeiro os móveis, deixe as caixas de roupas e utensilios para depois quando tudo estiver no lugar,
  • utilize um veiculo particular para transportar vestuário, animais de estimação, plantas e outros objectos de valor ou frágeis,
  • o ideal será ter uma equipa de quatro pessoas, ficando uma na casa velha a despachar, outra na casa nova a receber e dois carregam as coisas,
  • verifique cada divisão de forma a garantir que nada fica esquecido,
  • quando tudo chegar ao destino comece a colocar as coisas em ordem mas sem pressas, arrume a cozinha e a casa de banho com os produtos essenciais e arrume o quarto, vai querer descansar numa boa cama depois deste dia

Dia Pós-Mudança (acredite, vão haver pós)
No dia seguinte à mudança você irá com certeza acordar sem qualquer vontade de continuar as arrumações e com dores no corpo, mas lembre-se que está finalmente na sua casa.

  • é hora de começar a colocar tudo nos devidos lugares, faça-o sem pressas, não vai conseguir fazê-lo num dia, nem numa semana...
  • acabe de arrumar a cozinha, a casa-de-banho e o quarto, deixe para depois os livros e DVDs,
  • é dia de começar a colocar prateleiras, furar a parede para pendurar cortinas, bater pregos, enfim o dia de chatear os vizinhos, mas faça o possivel para evitar, respeitando os horários do condominio
  • informe os seus amigos e parentes da sua nova morada

E acabou. Ou não. provavelmente vai levar um mês para que tudo esteja devidamente instalado nos seus lugares.

Agradeça aos seus amigos, ao porteiro e aos vizinhos, porque pelo menos o pior já foi.
Uma vez instalado na casa nova,
  • decore-a a seu gosto pessoal, sem pressa
  • quando tudo estiver organizado, convide os amigos e familia e faça um house warming, uma festa de inauguração da casa para que os seus amigos e familiares conheçam a sua nova casa.

As mudanças são sempre cansativas mas não precisam de se tornar numa dor de cabeça se forem bem organizadas.

5 comentários:

mmmim disse...

um post mais "filosófico" sobre estas matérias:
http://quanto-a-mmmim.blogspot.com/2005/01/muda-de-vida.html

... também um bocadinho de ficção a arranhar a realidade.

mãe rã disse...

gostei..., como gosto sempre dos teus posts :-)

Dama das Camélias disse...

Olá mãe rã! Visitei o seu blog e guardei para ver melhor e comentar depois, a mãe rã foi ao meu e comentou primeiro!! Gostei muito dos seus comentários, obrigado! E deixe me dizer que em matéria de mudanças eu sou pró... e dá sempre jeito os conselhos de qualquer maneira nao espero sair desta tão breve.
Bjnh

Olabisi disse...

Couldnt agree more with that, very attractive article

rakuscat disse...

Couldnt agree more with that, very attractive article

online pharmacy

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails